placa-mãe das coisas; onde está a minha placa-mãe? e onde está a tua?
placa-mãe é o que sustem e permite a comunicação entre os componentes electrónicos cruciais de um sistema, como a unidade de processamento central e a memória; e fornece conectores para outros periféricos.
— localiza as tuas coisas — li, e dormi sobre o assunto.
….a localizar os nossos conectores dentro da unidade de processamento central.....; a localizar…….mem……ór…..i…..a….memória…… ; a localizar muitas memórias, muitas já tinham sido apagadas, outras voltaram para o ambiente de trabalho.
durmo ao lado de uma imagem impressa na parede, é um diamante de cristal azul com um roxo resplandecente no seu interior. é o papel de parede da minha unidade de processamento central.

a minha voz é lenta e fragmentada, nunca aguçada o suficiente;
a….s.00000. …immmag…ens…….##7&8 sã….oo HJ12JK~….m…u…i.tttt…..as ……….e…ÇÇ2211º) co.me….ç.a…..m ….a…. soa..rrr………a.. .f%fff..eedback…..muito,,, ruído…….a,, rua….a…rebarbadora,,,,não…,,consigo,,…falar,11111 com….(ningu(ém —a recarregar a bateria num jardim-

temos acesso às nossas coisas, às memórias e aos electrões, a tudo, conversamos sobre isto o tempo o todo, aqui no jardim. a placa-mãe funciona de forma circular; localizamos as nossas coisas em loop para nos encontrarmos de novo; e tentamos apagá-las, queremos apagar o tempo, —esvaziando o lixo—, —a memória está sem espaço de armazenamento.
coloco o dedo na língua e estou de volta.

PLACA-MÃE